Canto Coral

 

O Coro da SFH foi criado em condições de efectividade em 1987, sob a direcção do maestro Jacinto Montezo. Contando com uma actividade contínua e rica em acontecimentos culturais, realizou inúmeras atuações por todo o país e também em Espanha, actuando com o acompanhamento da Banda de Música, pequenos agrupamentos musicais ou à capela.

Do seu historial, destaca-se a sua presença em: Concerto na igreja de St ª. Marta do Loreto de Aduanas del Mar em Xábia (Alicante), em 1992, localidade onde regressou no ano seguinte; a participação na Festa Mayor a convite do Coral Montau em Begues (Barcelona) em 1994; as actuações na EXPO 98, nos concertos de abertura e encerramento da mesma e deslocação a Xábia de 21 a 25 de Junho de 2000, no âmbito das “Festas de Sant Joan”.

Em Portugal participou em diversos encontros corais, actividades promovidas por Câmaras Municipais e outros Festivais de Música.

O coro foi dirigido pelo maestro João Camacho entre 2006 e 2012.

O Coro da SFH passa actualmente por uma fase de renovação e de captação de novas vozes, sendo alguns elementos oriundos da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Humanitária e do seu Conservatório Regional de Palmela.

O Coro da SFH é actualmente dirigido pela maestrina titular Gisela Sequeira.

Este recente grupo, teve a sua primeira apresentação no passado dia 8, no concerto comemorativo do 149º Aniversário desta instituição com os solistas convidados Carmen Matos e Ivo Soares. 

 

Maestrina Gisela Santos Sequeira | Breve Biografia

Gisela dos Santos Sequeira nasceu em Setúbal em 1975. Completou o curso supletivo de Piano no Conservatório Regional de Setúbal, classe do professor Fernando Serro, e a licenciatura em Composição na Escola Superior de Música de Lisboa onde estudou, entre outros, com António Pinho Vargas, Christopher Bochmann, Sérgio Azevedo e Eurico Carrapatoso.

Tem vindo a exercer função docente na área da Composição, Formação Musical e Classes de Conjunto (Coro) em diversos conservatórios nacionais, assim como em escolas profissionais (Évora, Tomar, Santarém, Caldas da Rainha, Alcobaça, Lisboa, Setúbal). É, actualmente, docente no Conservatório de Artes do Coral Luísa Todi e no Conservatório Regional de Palmela.

Foi directora pedagógica do Conservatório Regional de Tomar, da Academia de Música de Alcobaça, do Conservatório Regional de Artes do Montijo (o qual fundou) e do Conservatório de Artes do Coral Luísa Todi.

Entre 2008 e 2010 frequentou o mestrado em Direcção Coral no Instituto Piaget de Almada (professores: Paulo Lourenço, Cara Tasher, Stephen Cocker). Apresentou o projecto artístico em concerto com o Coral Luísa Todi a 10 de Julho de 2010 com a Cantata “Gloria “de John Rutter (colaboração de grupo de metais e percussão da Banda Sinfónica da GNR), entre outras obras, sob orientação do maestro Jean Sebastien Béreau.

Formou, a 8 de Dezembro de 2006, o Coro da Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense (o qual dirigiu até Julho de 2010), assim como o Coro de Câmara “Flor de Sal” da Associação Desportiva Samouquense (ADS) o qual dirige desde Janeiro de 2013.

É directora artística e maestrina do Coral Luísa Todi desde Setembro de 2007.

Dirige, desde Julho de 2013, o Coro da Sociedade Filarmónica Humanitária de Palmela.

 

Horário:

Terça-Feira – 21:00h às 23:00h

Sábado – 11:45h às 13:00h